IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

China investiga fabricante americano de semicondutores Micron

03/04/2023 08h42

As autoridades chinesas iniciaram uma investigação contra o fabricante americano de semicondutores Micron, uma medida que o Ministério das Relações Exteriores da China disse ter como objetivo "proteger a segurança nacional". 

Este anúncio é uma escalada na dura batalha comercial entre China e Estados Unidos na área dos semicondutores, tendo como pano de fundo o acirramento das tensões bilaterais. 

A decisão foi anunciada na sexta-feira (3) pelo regulador chinês do setor, que informou ter lançado uma revisão dos produtos vendidos pela Micron por "preocupações com a segurança nacional". 

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, Mao Ning, declarou que a investigação é uma medida regulatória comum para "proteger a segurança nacional". 

"Tanto as empresas chinesas quanto as estrangeiras que operam na China devem cumprir as leis e normas e não devem colocar a segurança nacional da China em risco", acrescentou.

A Micron reagiu, em um comunicado, no qual disse estar "cooperando plenamente" com as autoridades chinesas, segundo a agência Bloomberg. 

Nos últimos anos, as autoridades americanas tentaram impedir a exportação de tecnologia de ponta do setor de semicondutores para a China, impondo controles específicos a essa indústria. Além disso, insta os países aliados a seguirem seu exemplo. 

Líderes nesse mercado, Holanda e Japão anunciaram recentemente novas restrições à exportação de algumas tecnologias para a China.

pfc/oho/pbt/an/zm/tt

© Agence France-Presse