Brookfield diz que analisa empréstimo direto para Invepar

Scott Deveau e Cristiane Lucchesi

(Bloomberg) -- A Brookfield Asset Management, a maior gestora independente de fundos do Canadá, disse que ainda pode oferecer um empréstimo para a empresa brasileira Investimentos e Participações em Infraestrutura (Invepar), depois de retirar uma oferta de compra de uma participação de 24 por cento na empresa esta semana.

A OAS, proprietária da Invepar, ofereceu à Brookfield "a oportunidade de financiar R$ 500 milhões (US$ 125 milhões) de um empréstimo de R$ 2 bilhões diretamente à Invepar", afirmou Sam Pollock, o CEO do braço de infraestrutura de capital aberto da Brookfield, em uma carta aos acionistas na quarta-feira. O empréstimo seria indexado à inflação, com juros de cerca de 20 por cento e seria reembolsado com o produto de vendas de alguns ativos, de acordo com a carta.

"A Invepar provavelmente irá prosseguir com a venda de ativos e nós estaremos em uma posição forte para competir, pois já concluímos a auditoria em todos os ativos", escreveu Pollock.

A empresa com sede em Toronto abandonou a ideia de dar R$ 800 milhões em financiamento à OAS, em recuperação judicial, que usaria a participação na Invepar como garantia. A Brookfield tinha oferecido R$ 1,35 bilhão (US$ 338,4 milhões) pela participação na Invepar.

A Brookfield retirou sua oferta porque não conseguiu chegar a um acordo com os acionistas restantes da empresa - três fundos de pensão brasileiros que, juntos, controlam cerca de três quartos do negócio - a tempo de completar sua auditoria, de acordo com o comunicado da OAS enviado por email na terça-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos