Bolsas

Câmbio

Traders de ouro apostam em aumentos e opções de compra disparam

Joe Deaux

(Bloomberg) -- O ouro acaba de atingir seu preço mais elevado em sete meses e os investidores estão apostando que mais ganhos virão em abril.

Oito das 10 opções de ouro mais negociadas em Nova York na segunda-feira eram apostas em novos aumentos de preço depois que o metal superou a casa dos US$ 1.200 a onça pela primeira vez desde junho.

Mais de US$ 2,6 bilhões foram colocados em fundos negociados em bolsa que monitoram metais preciosos neste ano e os ativos de lingotes mantidos por meio de ETFs estão no nível mais elevado desde julho.

Os investidores estão retornando para o ouro após terem evitado o metal durante três anos seguidos.

A estagnação da economia global está ameaçando a expansão dos EUA e lançando dúvidas sobre a possibilidade de que o Federal Reserve eleve as taxas de juros em breve.

Isso está derrubando o dólar e tornando o ouro mais atraente como reserva de valor e ativo seguro. Um índice da Bloomberg Intelligence que monitora as produtoras de lingotes subiu 20% neste ano.

"Os investidores sentem que há mais fraqueza pela frente para essa economia e o ouro é o lugar para estar posicionado", disse Fain Shaffer, presidente da Infinity Trading em Indianápolis, em entrevista por telefone. Os aumentos das opções otimistas mostram que "poderíamos ver uma mudança nesse mercado", disse ele.

Saltos dos pedidos

Um pedido dando aos donos o direito de comprar contratos futuros de abril a US$ 1.200 foi a opção mais negociada de segunda-feira, e mais de 9.500 lotes mudaram de mãos.

O preço do contrato mais que duplicou. A segunda opção mais negociada foi um pedido de US$ 1.250 para abril, com mais de 4.000 lotes negociados. Além disso, o preço desse contrato mais que duplicou.

Os contratos futuros do ouro para entrega em abril deram um salto de 3,5% e se fixaram em US$ 1.197,90 a onça na Comex, em Nova York, na segunda-feira. O preço chegou a atingir uma alta de US$ 1.201,40 e subiu 13% neste ano.

O BI Global Gold Mining Competitive Peer Group, que monitora 45 empresas, deu um salto de 4,5% na segunda-feira.

Os ganhos do índice em 2016 têm sido encabeçados pela sul-africana Harmony Gold Mining, que mais que duplicou. A Newmont Mining deu um salto de 40% desde o início do ano, maior ganho entre as empresas monitoradas pelo Standard Poor's 500 Index.

Há mais sinais que apontam para uma recuperação prolongada. A razão put-to-call, que é o número de opções pessimistas sendo negociadas em comparação com as otimistas, do SPDR Gold Shares está perto do nível mais baixo desde 2008, mostram dados compilados pela Bloomberg. Trata-se do maior fundo negociado em bolsa e apoiado pelo ouro do mundo.

Na semana passada, os gestores de recursos aumentaram em 49% suas posições compradas para o ouro, para 35.620 futuros e opções, segundo dados da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities divulgados na sexta-feira. Apenas um mês antes, os especuladores estavam em posição vendida, apostando em declínios.

A reviravolta no sentimento do investidor surge no momento em que a desaceleração da China impulsiona uma turbulência nos mercados financeiros globais.

Quase US$ 6,8 trilhões foram eliminados do valor dos mercados acionários mundiais neste ano. Os investidores estão colocando as probabilidades de um aumento nos juros dos EUA neste ano em apenas 30 por cento, abaixo dos 85% de um mês atrás.

As posições em ouro dos produtos negociados em bolsa subiram durante 15 dias consecutivos, a sequência mais longa desde setembro de 2012, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos