Bolsas

Câmbio

JPMorgan prevê recuperação de receitas de trading no 2º tri

Hugh Son

(Bloomberg) -- O JPMorgan prevê que as receitas do trading terão um aumento de aproximadamente 15% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo Daniel Pinto, chefe do banco de investimento da empresa.

"Dissemos que janeiro e fevereiro foram meses fracos e recuperamos o impulso em março", disse Pinto, nesta quarta-feira, em conferência com investidores, em Nova York. "Esse impulso continuou em abril e maio. Em essência, com uma maior atividade de clientes em renda fixa e com uma atividade ligeiramente mais fraca de clientes em ações, principalmente derivativos."

Wall Street vem cortando custos e pessoal em meio a uma queda prolongada dos mercados de renda fixa causada por regulamentos mais restritos e taxas de juros baixas. Os maiores bancos de investimento do mundo geraram US$ 70 bilhões em receita com renda fixa no ano passado, metade do pico registrado em 2009, segundo a Coalition Development.

"Ainda há um mês pela frente, então as coisas podem mudar", disse Pinto. "No momento, parece que haverá alta" de cerca de 15%.

Embora o JPMorgan tenha alertado os analistas no final de fevereiro de que as receitas dos mercados estavam em baixa de 20% em relação ao ano anterior, a receita do trading de renda fixa no primeiro trimestre caiu apenas 13%, para US$ 3,6 bilhões, no maior banco dos EUA, movimento impulsionado pela forte negociação de taxas. A receita do trading de ações caiu 5%, para US$ 1,58 bilhão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos