Bancos negociam criar maior instituição do Oriente Médio, dizem fontes

Archana Narayanan, Dinesh Nair e Ruth David

(Bloomberg) -- O Banco Nacional de Abu Dhabi (NBAD) e o First Gulf Bank (FGB) estão estudando uma possível fusão para criar o maior banco do Oriente Médio, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

As discussões sobre uma possível combinação são preliminares, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque as conversas são privadas. Embora as negociações estejam em andamento, o NBAD e o FGB podem decidir não levar a fusão adiante, disseram as pessoas. O NBAD e o FGB informaram que não é política deles comentar especulações ou rumores.

Com cerca de US$ 170 bilhões em ativos, a possível empresa combinada superaria o Banco Nacional do Catar como maior banco da região e surgiria em um momento em que o setor enfrenta uma queda dos lucros devido ao investimento governamental menor, ao crescimento econômico mais lento e ao declínio na qualidade dos ativos. O NBAD e o FGB registraram uma queda nos lucros líquidos no primeiro trimestre.

O acordo resultaria também na primeira fusão importante do setor bancário dos Emirados Árabes Unidos desde que o Banco Nacional de Dubai e o Emirates Bank International se uniram para criar o Emirates NBD em 2007. Shayne Nelson, presidente do banco, defendeu uma maior consolidação do setor, dizendo que há muitos bancos atendendo a uma parcela relativamente pequena da população.

Expansão internacional

Os Emirados Árabes Unidos abrigam em torno de 9 milhões de pessoas e contam com cerca de 50 bancos, incluindo as unidades locais do Citigroup, do HSBC e do Standard Chartered. O NBAD e o FGB estão buscando uma expansão em outros países para superar a limitação do mercado doméstico pequeno e construindo divisões de banco de investimento para competir com rivais estrangeiros de maior porte.

Uma fatia de 69 por cento do NBAD, que possui valor de mercado de cerca de US$ 11,3 bilhões, pertence ao fundo soberano de investimento Abu Dhabi Investment Council. O fundo de investimento estatal Mubadala Development é o maior acionista do FGB, cuja capitalização de mercado é de US$ 14,4 bilhões, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Entre os grandes negócios recentes dos Emirados Árabes Unidos há fusões nos setores de commodities e imobiliário. A Emirates Global Aluminium foi formada em 2013 por meio da combinação de empresas de alumínio de Dubai e de Abu Dhabi e a construtora Aldar Properties, de Abu Dhabi, adquiriu a Sorouh Real Estate em junho do mesmo ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos