Bolsas

Câmbio

Fed não elevará juros por geração de emprego forte, diz Gross

Charles Stein

(Bloomberg) -- O forte relatório de empregos de junho dos EUA provavelmente não mudará a decisão do Federal Reserve a respeito de quando elevar as taxas de juros, disse Bill Gross, da Janus Capital Group.

"Acho que o Fed ficará onde está", disse Gross, em entrevista à Bloomberg Television nesta sexta-feira.

O Fed manteve as taxas de juros inalteradas no mês passado porque as incertezas maiores em relação ao mercado de trabalho dos EUA e à estabilidade financeira ameaçavam sua projeção, segundo ata da reunião de política monetária, realizada na semana anterior à decisão do Reino Unido, em referendo de 23 de junho, de deixar a União Europeia.

Apesar de a economia ter gerado 287 mil empregos em junho, número melhor que o esperado, nos últimos três meses o aumento médio correspondeu a cerca de 150 mil por mês, disse Gross.

"As coisas não estão tão positivas quanto esses 287 mil empregos sugerem", disse ele. "Não há motivo para animação".

O S&P 500 Index e os yields dos títulos soberanos de curto prazo dos EUA subiram após o relatório de emprego, nesta sexta-feira.

O crescimento da geração de empregos em junho excedeu a estimativa mais elevada de uma pesquisa da agência de notícias Bloomberg após um ganho revisado de 11 mil em maio, apontou um relatório do Departamento do Trabalho nesta sexta-feira. Em abril a economia havia gerado 144 mil postos de trabalho.

Os mercados de futuros indicam que existe menos de 10% de chance de o banco central americano elevar as taxas de juros de curto prazo em julho, setembro e novembro, e apenas 22 por cento de chance de o Fed elevar os juros em novembro, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Gross, que administra o Janus Global Unconstrained Bond Fund, disse que, no ambiente atual de taxas de juros baixas, os títulos de alto rendimento estão "precificados artificialmente" e, sob certas circunstâncias, em risco.

"Eu não os compraria", disse ele. "Na verdade, eu os estou vendendo a descoberto".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos