Entrega de burritos por drone é testada discretamente nos EUA

Henri Gendreau

  • Reprodução

(Bloomberg) -- Acima da copa das árvores, é possível ver o ruidoso drone com sua carga presa embaixo da asa.

Ele paira cerca de 8 metros acima de um alvo na grama. Uma caixa branca em forma de trapézio desce, faz uma pequena pirueta e aterrissa estatelando-se. Os agentes vão rapidamente até a carga útil: um burrito de porco assado.

Em um experimento muito bem guardado que envolve o futuro do transporte, a Project Wing --uma divisão da X, fundada pelo Google e agora afiliada à Alphabet-- faz entregas aéreas de comida rápida no campus do Instituto Politécnico e Universidade Estadual da Virgínia.

A empresa fez um investimento significativo em drones e projeta que eles acabarão "atendendo a muitos objetivos importantes --possivelmente entregando remédios e baterias a regiões isoladas após um desastre natural ou ajudando bombeiros a melhorar a comunicação e a visibilidade perto de um incêndio", de acordo com uma ficha técnica.

Nada de fotos

Mas é necessário fazer pesquisas primeiro, e a Project Wing insiste em fazê-la quase em segredo. Ela está realizando testes nos arredores do campus principal do instituto em Blacksburg, Virgínia, um dos seis lugares aprovados para o teste de drones pela Administração Federal de Aviação dos EUA.

A participação é por convite, embora voluntários também sejam aceitos. Fotografias e vídeos profissionais não estão permitidos.

Em uma ensolarada sexta-feira recente, umas duas dúzias de estudantes e funcionários se reuniram em cadeiras e mesas de piquenique sob tendas brancas nas montanhas Adirondack.

O lugar, cercado de redes de segurança, tem vista para a Virginia Smart Road, uma pista de teste de 3,5 quilômetros administrada pelo Instituto de Transporte Tecnológico de Virgínia.

As pessoas retiram um número e pagam uma taxa adicional de entrega de US$ 5,99 para vivenciar os primórdios da entrega não tripulada de comida Tex-Mex.

Food truck

Pouco depois, surge um drone vale abaixo, de onde ele recolheu o pedido de um food truck escondido da Chipotle Mexican Grill.

Voluntários e funcionários com uma camiseta cinza da Project Wing mantêm os clientes atrás da rede de segurança até que o almoço esteja em voo. Depois, eles são acompanhados até uma área de espera a cerca de 4,5 metros do local da entrega, onde aguardam que a carga aterrisse com segurança.

Um guia leva-os até a caixa, um momento que alguns registram com uma selfie. Dentro da caixa, uma sacola marrom que contém o burrito, inteiro e ainda quente.

Estes são os primeiros testes de entrega da Project Wing com consumidores reais nos EUA. Escolheu-se alimentos como produto de teste porque são frágeis e precisam ser entregues rapidamente.

A empresa pretende compartilhar com a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA, na sigla em inglês) os dados sobre a trajetória, o tempo e a navegação dos voos dos drones para ajudar o órgão regulador a definir como os drones devem funcionar no espaço aéreo público.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos