Bolsas

Câmbio

Chefs famosos cozinharão restos de comida para ricos de Londres

Richard Vines

(Bloomberg) -- Gordon Ramsay, Tom Kerridge e Clare Smyth estão entre os chefs premiados com estrelas Michelin que cozinharão junto com Dan Barber, chef de Nova York, quando ele abrir um restaurante temporário que transformará restos de comida em tira-gostos de 15 libras (US$ 18) e em chás completos de 32 libras.

Barber também está recrutando outros grandes nomes do Reino Unido e da Europa. Só tem um detalhe: os clientes não saberão com antecedência quem vai ser o chef convidado no dia que reservarem para ir ao restaurante, que ficará no terraço da loja de departamentos Selfridges em Londres.

As pessoas esperam meses por uma mesa no Blue Hill, em Stone Barns, no norte do estado de Nova York, onde Barber serve um cardápio onde predominam os vegetais, e os pratos são preparados com ingredientes colhidos em sua fazenda. Ele foi nomeado o melhor restaurante dos EUA em 2016. Este será seu primeiro empreendimento no Reino Unido.

O restaurante temporário, que se chamará wastED London, vai funcionar de 24 de fevereiro a 2 de abril com opções criadas para aumentar a conscientização sobre o desperdício de alimentos. Espere pratos peculiares, com pele, ossos e outros ingredientes que normalmente não seriam esperados.

O wasteED original foi um restaurante temporário em Nova York há dois anos. Alain Ducasse, várias vezes premiado com estrelas Michelin, estava entre os chefs convidados ? Barber é um herói do mundo culinário ? mas a comida estava muito longe de ser gastronomia fina, com pedaços de carne, frutas, vegetais e peixes que você normalmente jogaria fora.

Enquanto Ramsay é exaltado, Barber é calmo e tem a fala mansa. Smyth abrirá seu próprio restaurante neste ano, depois de sair do empreendimento principal de Ramsay, onde ela cuida das três estrelas Michelin dele desde 2007. Kerridge é o único chef a ter duas estrelas Michelin em um pub, o Hand & Flowers.

O restaurante temporário terá um cardápio à la carte para almoço e jantar. Espere algumas surpresas: em Nova York, o cardápio incluía nervuras de couve, frutas e verduras machucadas, cabeças de peixe e pão dormido, de acordo com Eater.com.

Barber também está criando um chá da tarde "não tão tradicional". Ainda não foram anunciados detalhes, mas com certeza não será nada como o do Ritz.

"O que estamos fazendo é olhar para a agricultura de um jeito diferente ? comendo a produção inteira, do mesmo jeito que os ingleses comem animais do focinho ao rabo e exportaram esse costume para o restante do mundo. O que eu gosto de Londres é a abertura a essas ideias. A cultura em torno dos restos de comida é fantástica ? muito à frente da dos EUA", disse Barber.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos