Bolsas

Câmbio

Motores de crescimento da China convergem de leste para oeste

Bloomberg News

(Bloomberg) -- O crescimento da economia chinesa se centra há tempos na costa, sendo que Xangai e o Delta do Rio das Pérolas formam algumas das regiões mais produtivas do mundo.

Mas agora essa maré de migração interna que atraiu centenas de milhões de trabalhadores das fazendas para as fábricas está mudando e elevando as perspectivas econômicas para o interior do país.

Com o aumento do custo de vida nas grandes cidades e a abundância menor de oportunidades de emprego, atualmente há mais migrantes deixando os centros urbanos da China do que novos chegando, segundo a Oxford Economics.

"Os custos da mão de obra na costa leste atualmente são muito elevados para que os setores que estão mais abaixo na cadeia de valor se mantenham competitivos internacionalmente", escreveu o economista Alessandro Theiss, de Londres, em relatório, citando um declínio de 8 milhões da população migrante de 2014 a 2016.

A mudança deve beneficiar as províncias do interior, especialmente em regiões do sudoeste como Sichuan, porque as companhias transferem produção para tirar vantagem dos custos mais baixos e ao mesmo tempo para se manterem conectadas a centros de exportação na costa e a polos industriais, disse ele.

É provável que as províncias do sul e do noroeste continuem se expandindo de forma relativamente rápida por se beneficiarem do crescimento de recuperação, do apoio fiscal e da localização geográfica, enquanto o nordeste provavelmente continuará sendo a região de crescimento mais lento devido ao declínio populacional e ao fato de a exploração de carvão se consolidar mais nas províncias do interior, segundo Theiss.

A costa leste foi afetada pelo comércio global mais lento nos últimos anos, mas as condições estão melhorando. Os polos de fabricação especializada e os centros de exportação estão inovando e subindo na cadeia de valor e a atividade de pesquisa está impulsionando a região.

Isso é uma boa notícia para alguns dos maiores motores da China: as províncias costeiras de Guangdong, Jiangsu e Shandong representam cada uma cerca de 10 por cento da produção nacional e todas registraram no ano passado produção superior à do México, disse Theiss. O futuro parece favorável para as províncias da costa leste com economias mais maduras e também para as da China central.

"Elas continuam inovando e se movimentando na cadeia de valor, especializando-se em fabricação avançada, como robótica e genômica, e expandindo e desenvolvendo os polos de fabricação especializada", disse Theiss. "A infraestrutura de primeira classe, os gastos significativos com pesquisa e desenvolvimento, as grandes entradas de investimento estrangeiro direto, o mercado interno em rápido crescimento e a força de trabalho altamente qualificada devem permitir que elas continuem crescendo a um ritmo sólido."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos