Topo

Goldman assessora China Telecom em negociação da Oi: Fontes

Cristiane Lucchesi

28/09/2017 09h31

(Bloomberg) -- Informação é de pessoas com conhecimento direto do assunto que pediram anonimato poque as discussões são privadas.

O Goldman Sachs trabalha na transação com a Oi dentro de um contrato global com a China Telecom, e não foi contratado para uma transação específica, de acordo com uma das pessoas.

A transação está em estágio inicial e a empresa chinesa está se unindo ao TPG Capital na proposta de aquisição, disseram as pessoas. A ideia é comprar todos os negócios da Oi, incluindo a telefonia fixa e a celular, disseram as pessoas. Qualquer acordo deve envolver os atuais acionistas, credores e governo.

A Oi e a China Telecom têm um termo de confidencialidade para possíveis acordos, disse Ricardo Malavazi, diretor financeiro da Oi, a repórteres no Rio em 22 de setembro.

O TPG e o Goldman Sachs não quiseram comentar. A China Telecom disse estar aberta para explorar oportunidades de cooperação, em comunicado por email de 25 de setembro. A empresa chinesa não quis comentar sobre o Goldman Sachs e o TPG. A Oi não respondeu a um email em busca de comentários.

--Com a colaboração de Steven Yang e Jing Yang de Morel

Mais Economia