Bolsas

Câmbio

Fabricante de carros de luxo apresenta submarino de R$ 12,6 milhões

Sara Clemence

  • Divulgação

(Bloomberg) -- Este é a única possibilidade de alguém querer colocar um Aston Martin debaixo d'água.

A fabricante de automóveis britânica apresentou seu primeiro design submersível na última quinta-feira (28), no Salão Náutico de Mônaco. Conhecido como Project Neptune, este é um veículo para três pessoas com pontões de prata que parecem lâminas e uma bolha de acrílico em forma de cabine para maximizar a vista subaquática.

A Aston Martin espera que o submarino esteja disponível em cerca de um ano a um preço aproximado de US$ 4 milhões (cerca de R$ 12,6 milhões), disse Marek Reichman, diretor criativo da empresa, à agência de notícias Bloomberg. Para efeito de comparação, um DB11 com motor V8 vale quase US$ 200 mil (R$ 632 mil).

Reichman disse que a empresa planeja construir não mais que uma dúzia de submersíveis por ano. "A Aston Martin é uma marca muito exclusiva", disse ele. "Em cem anos, fabricamos apenas 80 mil carros."

O Neptune é uma colaboração entre a Aston Martin Consulting, braço de consultoria em design da empresa, e a Triton Submarines, com sede na Flórida (EUA), que fabrica submarinos de luxo há mais de uma década.

O modelo se baseia na plataforma Low Profile (LP) da Triton, projetada especificamente para superiates. Com apenas 1,80 metro de altura e cerca de 4.000 quilos, este é o menor e mais leve submarino de três pessoas em produção no mundo, segundo a empresa.

Ele é capaz de mergulhar a 500 metros de profundidade e tem uma velocidade de 3 nós, ou 5,5 quilômetros por hora. Também possui ar-condicionado.

A Aston Martin está se expandindo gradualmente para outras áreas de luxo. No ano passado, a empresa apresentou a AM37, uma lancha motorizada de 1.000 bhp criada com arquitetos navais da Quintessence Yachts e da Mulder Design. A empresa se associou também à G&G Business Developments, com sede em Miami, no Aston Martin Residences, um projeto de condomínio à beira-mar com 400 unidades na região central de Miami.

Reichman disse que a empresa havia feito pesquisas extensas a respeito do que pessoas de alto patrimônio líquido tinham interesse em comprar além de carros. Não foi nenhuma surpresa que muitas gostem de barcos.

"Está havendo uma mudança naquilo que essas pessoas que gostam de superiates querem experimentar", disse ele. "A questão já não se resume a ter uma lancha ou outro barco. A onda agora é ter outra forma de entreter seus convidados."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos