Bolsas

Câmbio

Mercedes entrega pacotes de café com drones em Zurique

Elisabeth Behrmann

(Bloomberg) -- A Mercedes-Benz está dando o próximo passo em um projeto ambicioso para usar drones para fazer entregas no mesmo dia. A empresa está realizando um teste de três semanas em Zurique no qual minicópteros transportarão pacotes de café moído a pontos fixos da cidade.

Como parte do teste, os clientes podem realizar um pedido na plataforma de compras on-line suíça Siroop de alguns itens da empresa de varejo Black & Blaze Coffee Roasting. A empresa de torrefação embala a encomenda no local em vez de entregar os produtos ao centro de logística da Siroop. Os drones, então, voam até quatro pontos fixos no centro da cidade de Zurique, a cerca de 10 quilômetros de distância, e aterrissam no teto de vans Mercedes-Benz Vito, que transportam a encomenda no último trecho, enquanto os drones voltam voando para a Black & Blaze.

"Temos a incrível oportunidade de fazer o teste mais abrangente de tecnologia de drones em um ambiente urbano até o momento", disse Stefan Maurer, chefe da divisão de transporte do futuro da unidade Mercedes-Benz Vans, na quinta-feira, em comunicado. "Validar nosso conceito neste estágio inicial com os clientes e parceiros do projeto ajudará a impulsionar o desenvolvimento da tecnologia."

O programa-piloto, iniciado na segunda-feira, faz parte de uma iniciativa de 500 milhões de euros (US$ 589 milhões) anunciada pela Mercedes no ano passado para acelerar os tempos de entrega dos pedidos feitos pela internet. A empresa, uma unidade da Daimler, é uma das muitas que correm para desenvolver serviços de entregas com drones, apesar das regras que limitam o trajeto das aeronaves. Em dezembro, a Amazon.com fez a primeira entrega com drones de sua história -- um aparelho de streaming de televisão e um saco de pipoca -- para um cliente no Reino Unido. A rede de lojas de conveniência 7-Eleven, por sua vez, transportou pelo ar no ano passado um pacote de sanduíches de frango e donuts até uma residência privada em Reno, Nevada.

Muitos setores estão pesquisando usos potenciais para os drones além de deixar as últimas compras feitas pela internet na porta dos clientes, como inspeções de trilhos ferroviários, detecção de criminosos em fuga ou entrega de órgãos para hospitais, embora a estrutura regulatória para essas aeronaves ainda seja incipiente.

No caso da Mercedes, as aeronaves não tripuladas fazem parte de um protótipo de van com um conjunto de sistemas de bordo, como um equipamento de classificação digital que poderia reduzir pela metade os custos da parte final do transporte de um pacote. Os drones não entregarão pacotes diretamente à porta do cliente, mas evitarão muito trânsito no centro da cidade e economizarão uma viagem da empresa de varejo até o centro de logística.

O próximo passo dos planos da Mercedes é a entrega flexível com drones até vans individuais, modalidade em que os minicópteros encontram os veículos em locais aleatórios, informou a empresa.

"Queremos ter uma ideia sobre a demanda dos clientes por entregas com drones e descobrir quais produtos e segmentos funcionam bem com isso", disse Peter Rohn, diretor de operações da Siroop. "Também esperamos conseguir boas ideias sobre os aspectos práticos envolvidos na atividade para a empresa de varejo."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos