Bolsas

Câmbio

Robôs se multiplicam na China e produção anual supera 100.000

Bloomberg News

A China parece uma máquina de produzir robôs.

A produção anual de robôs industriais do país superou 100 mil pela primeira vez -- e precisou de apenas 10 meses para isso. As exportações aumentaram 67% até outubro em relação ao mesmo período do ano passado, informou a imprensa estatal nesta quinta-feira (14). E há mais por vir: a produção do ano cheio alcançará 120 mil unidades, segundo projeções do Ministério da Indústria e da Tecnologia da Informação chinês.

Leia também:

A China produziu cerca de 90 mil unidades robóticas no ano passado, mais do que a Coreia do Sul e a América do Norte combinadas, mostram dados da Federação Internacional de Robótica (IFR, na sigla em inglês) compilados pela Bloomberg.

A China responde por cerca de um terço da demanda global por robôs industriais, que são peças centrais do abrangente planejamento do governo "Made in China 2025" para atualizar fábricas para que sejam altamente automatizadas e tecnologicamente avançadas.

Em 2015 as fabricantes estrangeiras respondiam por cerca de dois terços da produção da China, segundo a IFR. Essa proporção está diminuindo com a expansão de empresas chinesas como Midea Group e Siasun Robot & Automation para o setor. A Midea comprou a alemã Kuka no ano passado e a Siasun inaugurou um parque industrial de US$ 300 milhões perto de sua sede, em Shenyang, em outubro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos