PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

BHP quer parceiro para mina de potássio que pode nunca construir

Thomas Biesheuvel

20/02/2018 15h44

(Bloomberg) -- A BHP Billiton tem um dilema: como encontrar um parceiro para um projeto que pode nunca construir?

A maior mineradora do mundo congelou os planos de construção de uma gigantesca mina de potássio no Canadá devido à queda dos preços e à reação dos investidores. Mas a empresa ainda busca um parceiro para ajudar a financiar o projeto, que poderia custar quase US$ 13 bilhões, segundo algumas estimativas.

"Continuamos à procura de um parceiro para uma joint venture, ou seja, sim, estamos conversando", disse o CEO Andrew Mackenzie em entrevista coletiva, nesta terça-feira. "Eles vão querer saber que estamos comprometidos a ir além do nosso nível atual de comprometimento."

A BHP investiu cerca de US$ 2,6 bilhões cavando dois poços de 1.000 metros no projeto Jansen e continua injetando dinheiro para evitar que colapsem. Contudo, no ano passado a empresa anunciou o adiamento da decisão de iniciar a mineração após meses de discussões públicas com um grupo de investidores ativistas liderado pela Elliott Management de Paul Singer.

Apesar de a decisão da mineradora ter sido adiada em pelo menos um ano, Mackenzie continua fã do fertilizante.

"É uma commodity estimulada pela população", disse o CEO. "Achamos apropriado manter a opção em nosso portfólio, mas ainda temos dúvidas a respeito de quando."