ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Apartamentos para aluguel batem recorde em Nova York

Oshrat Carmiel

27/06/2018 13h06

(Bloomberg) -- Em um novo edifício de apartamentos de luxo no Brooklyn, uma compradora disse ao corretor Ryan Serhant que ela gostaria de comprar três unidades - uma para ela morar e duas como investimento, para alugar.

Ela não foi a única. Na torre, 550 Vanderbilt, a quantidade de compradores que alugou suas unidades em 2017 foi maior do que em qualquer outro projeto de apartamentos na cidade, de acordo com dados do site de anúncios StreetEasy. Para Nova York como um todo, um recorde de 10,7 por cento de todos os apartamentos que foram vendidos no ano passado foi listado por seus proprietários como aluguéis em questão de meses.

Os investidores, indiferentes à queda de preço dos aluguéis na cidade, estão adicionando imóveis residenciais a seus portfólios porque apostam que o valor subjacente das propriedades só poderá subir. E este é um momento oportuno para entrar nessa onda, porque as incorporadoras estão reduzindo os preços para mover as unidades antes que o projeto de outro concorrente seja aberto. Ao todo, 1.313 apartamentos foram comprados em Nova York no ano passado como investimento, e não como residência, também um recorde em dados da StreetEasy que remontam a 2006.

"Essa tendência não tem sido apenas popular, ela tem sido mais popular do que nunca", disse Grant Long, economista sênior do site. "O mercado imobiliário da cidade de Nova York se tornou uma classe de ativos global e as pessoas estão buscando exposição."

A tendência não se concentrou nos arranha-céus mais altos de Manhattan. Na verdade, os três edifícios com a maior parcela de acordos de investimento no ano passado ficam no Brooklyn e no Queens, de acordo com a análise da StreetEasy. No 550 Vanderbilt, a primeira torre de apartamentos a ser inaugurada no projeto Pacific Park, que tem 8,9 hectares e fica perto da arena Barclays Center, 41 por cento das unidades vendidas no ano passado foram anunciadas para aluguel dentro de 180 dias após o fechamento.

Em Williamsburg, o empreendimento Oosten, de 216 unidades, teve uma proporção de 40 por cento, empatando em segundo lugar com o Harrison em Long Island City, no Queens, onde 31 dos 78 apartamentos vendidos no ano passado foram oferecidos para locação.

Sem garantias

Hoje em dia, não há garantia de obter uma renda forte com aluguéis. Os donos de apartamentos estão competindo com os proprietários das muitas torres de aluguel de luxo que estão surgindo em bairros da moda em toda a cidade. Somente em Manhattan, cerca de 5.630 apartamentos recém-construídos serão anunciados para aluguel neste ano, de acordo com dados compilados pela corretora Citi Habitats. Eles se somarão às 4.270 unidades que foram adicionadas em 2017.

O investimento em apartamentos pode estar ainda mais atraente agora, porque as incorporações proliferam e as construtoras estão oferecendo incentivos e descontos para estimular as vendas, disse Howard Margolis, corretor da Douglas Elliman Real Estate. Margolis e seus sócios, Jeff Adler e Marie Espinal, estimam que pelo menos 15 por cento dos negócios de sua equipe vêm de ajudar investidores a encontrar, comprar e alugar apartamentos na cidade.

"As incorporadoras estão sendo pressionadas a oferecer mais incentivos, descontos maiores, créditos de fechamento maiores", disse Margolis.

Mais Economia