PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Executivo aceita bitcoins por mansão de US$ 15,9 milhões em NY

Mansão do século 19 em Nova York tem vista para o Riverside Park, o rio Hudson e Nova Jersey - Divulgação/Cathy Taub
Mansão do século 19 em Nova York tem vista para o Riverside Park, o rio Hudson e Nova Jersey Imagem: Divulgação/Cathy Taub

James Tarmy

19/10/2018 13h20

(Bloomberg) -- Em 2013, Roy Niederhoffer, presidente da R.G. Niederhoffer Capital Management, que tem sede em Nova York, precisava de um lugar para morar. Ele havia começado um longo projeto de construção para reformar uma casa em Manhattan, mas, enquanto isso, ele e sua jovem família moravam em uma casa alugada perto dali, uma situação que, segundo ele, duraria pouco.

"Eu sabia que precisava de um lugar para morar imediatamente", diz ele. Assim, quando soube que as três unidades de uma mansão na Riverside Drive estavam à venda simultaneamente, ele aproveitou.

Leia também:

"Passei décadas admirando essa casa, considero que ela seja uma das melhores casas de Nova York. Descobrir que ela estava à venda foi muito empolgante, e o preço tinha baixado muito." Juntas, as três unidades do número 40 da Riverside Drive custaram a Niederhoffer cerca de US$ 12,9 milhões, segundo a Street Easy.

Mansão NY - Divulgação/Cathy Taub - Divulgação/Cathy Taub
A casa tem 995 metros quadrados e está à venda por US$ 15,9 milhões
Imagem: Divulgação/Cathy Taub

Cinco anos depois, seu projeto original de reforma finalmente foi concluído e Niederhoffer, relutantemente, colocou a mansão de 995 metros quadrados no mercado com Cathy Taub, da Sotheby's International Realty, e com Dexter Guerrieri e Nicole Kats, da Vandenberg, que pertence à Douglas Elliman Real Estate. A casa está à venda por US$ 15,9 milhões (cerca de R$ 59 milhões). Niederhoffer aceitará dinheiro ou o equivalente em bitcoin.

"Eu acredito muito no bitcoin", diz ele. "Eu realmente estou muito otimista e quero ter mais bitcoins."

Se alguém comprasse o imóvel e pagasse na criptomoeda, Niederhoffer diz que simplesmente cobriria sua parte dos custos da transação em moeda forte. "Quaisquer que sejam as obrigações e taxas dos corretores, eu pagaria em dinheiro e ficaria com os bitcoins", diz ele.

Esta é uma guinada bastante contemporânea para uma casa rica em história.

Diversos proprietários

Clarence True era um arquiteto do século 19 para os novos-ricos da cidade que trabalhava também como construtor, na tentativa de conseguir juntar uma fortuna semelhante à de seus clientes. Em um desses empreendimentos, True construiu um conjunto de casas na Riverside Drive que, na época, era "visto como a futura costa do ouro do Upper West Side", segundo um artigo "Streetscapes" no New York Times.

O número 40 da Riverside Drive, que fazia parte deste empreendimento, foi concluído por volta de 1897, com cinco andares, um elevador e cinco banheiros originais, de acordo com um artigo de Tom Miller, historiador de Nova York.

O imóvel fica no lado nordeste da Riverside Drive e tem vista para o Riverside Park, o rio Hudson e Nova Jersey. Ele foi originalmente comprado, escreve Miller, por US$ 125 mil por Henry C. Miner, um congressista e empreendedor obstinado que possuía uma rede de teatros, uma farmácia e interesse em empresas de locomotivas.

Depois de passar por uma série de proprietários igualmente notáveis e ricos, o imóvel foi transformado em uma pré-escola no final dos anos 1930 e depois foi segmentado em várias residências. No momento em que Niederhoffer conseguiu as escrituras de todas para recombiná-las em uma única casa, partes haviam perdido detalhes, mas alguns dos principais espaços do edifício permaneciam totalmente intactos.

Bitcoin é fraude? Entenda por que bancos querem distância

olhardigital