PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Mercados mostram que FMI está errado, diz Evercore

Joanna Ossinger

10/04/2019 15h13

(Bloomberg) -- O Fundo Monetário Internacional pode estar errado em cortar suas previsões para a economia, segundo a Evercore ISI.

O FMI reduziu na terça-feira sua previsão para o crescimento global para 3,3% em 2019, em relação à estimativa de 3,5% em janeiro. Richard Ross, chefe de análise técnica da empresa de pesquisa, diz que as previsões coincidem com sinais de recuperação dos mercados e da economia mundial.

"O FMI, ao reduzir sua perspectiva de crescimento global para o menor nível desde a crise financeira, será visto em retrospectiva como um indicador contrário", segundo Ross. "Dados técnicos sugerem que o crescimento global está prestes a se acelerar e que o cenário para assumir riscos continua forte."

Há sinais de que o pior pode estar chegando ao fim. Os investidores que apostam em ganhos com a China estão cada vez mais confiantes de que o país começa a dar sinais de melhora, enquanto o mercado de trabalho dos Estados Unidos permanece em níveis historicamente fortes, a tendência ao afrouxamento monetário do Federal Reserve se infiltra na economia e a inflação continua relativamente benigna. O índice S&P 500 está cerca de 2% abaixo de seu nível mais alto.

Em comentários por e-mail, Ross citou o sólido desempenho de ativos cíclicos como a gasolina, semicondutores, construtoras e o fundo negociado em bolsa Nasdaq-100 como evidências de uma recuperação, juntamente com a queda dos spreads de crédito e volatilidade.

O cobre está em sólida posição para subir mais com o enfraquecimento do dólar, enquanto as ações de mercados emergentes continuam sendo negociadas acima das médias móveis de 50 e 200 dias, disse Ross em relatório. O petróleo bruto WTI pode atingir entre US$ 68 e US$ 74 o barril se passar dos US$ 65, acrescentou.

"Com a China/mercados emergentes, taxas de câmbio de emergentes, Europa, cobre, petróleo bruto, recursos e ativos cíclicos todos se elevando em um cenário de um Fed acomodativo disposto a permitir que a inflação se acelere, é altamente improvável que o S&P esteja no processo de se valorizar mais", disse Ross. "O FMI está errado."

--Com a colaboração de Rita Nazareth.

Para contatar o editora responsável por esta notícia: Patricia Xavier, pbernardino1@bloomberg.net