PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Cotações

Magazine Luiza dispara após compra da Netshoes ser bem recebida

Vinícius Andrade e Fabiola Moura

30/04/2019 15h03

(Bloomberg) -- O Magazine Luiza pode estar navegando por águas desconhecidas com a aquisição da varejista on-line de artigos esportivos Netshoes, uma empresa que perdeu mais de 88% de seu valor desde sua oferta pública inicial em abril de 2017.

Os analistas, no entanto, estão dando à transação o benefício da dúvida, com base no valuation do negócio e no histórico do Magazine Luiza em aquisições. A varejista brasileira pagará US$ 62 milhões pela Netshoes - ou US$ 2 por ação. Em reação, as ações do Magazine Luiza atingiram máxima histórica. Em Nova York, a Netshoes caiu 30%.

"Um dos principais riscos dessa transação é potencialmente direcionar os esforços da administração para outros lugares, quando o Magazine Luiza está prestes a acelerar os negócios em seu marketplace", escreveram analistas do Itaú BBA, liderados por Thiago Macruz em relatório. "O Magazine Luiza tem uma ótima equipe administrativa, provavelmente capaz de atuar nas duas frentes, mas esse é um risco que vale a pena mencionar", disseram analistas.

Em 20 anos, o Magazine Luiza conseguiu transformar-se de uma rede de lojas físicas de eletrodomésticos, eletrônicos e móveis, para uma varejista omnichannel, com 37,7% de sua receita proveniente de vendas online no quarto trimestre. Com sua transformação digital bem-sucedida, a varejista gerou um retorno de 2.351% para os investidores nos últimos cinco anos.

Bradesco BBI, Richard Cathcart

  • Magazine Luiza reforça sua posição no segmento de vestuário e calçados com uma marca forte e faz mais progressos no aprofundamento de sua variedade
  • Negócio não deve pressionar o balanço do Magazine Luiza
  • Magazine Luiza deve gerar economia em três áreas principais: custos de frete, gastos com marketing e despesas gerais e administrativas
    • "O cenário base da nossa análise sugere uma redução de custo potencial de R$ 95 milhões na Netshoes"
  • Vê a transação como positiva; acordo pode abrir novas oportunidades de crescimento para o Magazine Luiza em categorias inexploradas
  • Neutro; preço-alvo R$ 170

Brasil Plural, Andres Estevez

  • Magazine Luiza agora tem o desafio de renovar as operações da Netshoes, em meio ao crescimento lento das vendas nos últimos anos e dificuldades operacionais
  • Não há valor imediato na aquisição, mas, por US$ 2 por ação, a compra não prejudicará a geração robusta de caixa
  • Algumas sinergias podem surgir já que a forte execução do Magazine Luiza e sua estratégia comercial assertiva podem devolver a rentabilidade da Netshoes
  • Overweight, preço-alvo R$ 195

BTG Pactual, Luiz Guanais

  • Faz sentido estratégico para o Magazine Luiza adquirir a Netshoes como uma unidade de negócios separada
  • Valuation é atrativo, mas recuperar a operação brasileira pode ser um desafio
  • Netshoes tem forte percepção de marca no Brasil
  • Compra, preço-alvo R$ 151

Itaú BBA, Thiago Macruz

  • A transação adiciona uma nova camada de complexidade e risco de execução, mas o mercado deve dar o benefício da dúvida, devido à reputação de "best-in-class" do Magazine Luiza
  • Mercados devem reagir positivamente às notícias, devido ao valuation implícito "razoavelmente barato" do acordo
  • Dadas as dificuldades financeiras e operacionais da Netshoes, o negócio poderia gerar transtornos
  • Não está claro se o Magazine Luiza vai mudar as estratégias comerciais agressivas da Netshoes
  • Market perform; preço-alvo R$ 171

Para contatar o editora responsável por esta notícia: Patricia Xavier, pbernardino1@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Vinícius Andrade em Sao Paulo, vandrade3@bloomberg.net;Fabiola Moura em São Paulo, fdemoura@bloomberg.net

Cotações