PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

JBS quer aumentar uso de robôs para reduzir aperto na mão de obra durante pandemia

Funcionários da JBS em unidade da empresa em Lapa, no Paraná - Ueslei Marcelino
Funcionários da JBS em unidade da empresa em Lapa, no Paraná Imagem: Ueslei Marcelino

Fabiana Batista

Da Bloomberg

30/04/2020 15h36

A JBS SA, maior produtora de carne do mundo, planeja expandir o uso de robôs no abate de animais em seus frigoríficos como forma de minimizar a escassez e a abstenção de trabalhadores.

A empresa opera uma unidade na Austrália que usa apenas máquinas para abater carneiros, e a automação deve se expandir globalmente para outros animais, disse o diretor financeiro Guilherme Cavalcanti em um webinar nesta semana.

No setor de carnes, com mão de obra intensiva, a automação ganha importância diante da pandemia de coronavírus, que adoece trabalhadores e fecha frigoríficos nas Américas, disse Cavalcanti.

A JBS aumentou o foco na automação devido à menor disponibilidade de mão de obra de imigrantes nos EUA, disse Cavalcanti. Em 2015, uma unidade na Austrália adquiriu o controle da Scott Technology, da Nova Zelândia, especializada em robótica.

A JBS tem dois frigoríficos fechados nos EUA devido às medidas para combater o vírus, disse Cavalcanti na terça-feira. Pelo menos 22 frigoríficos foram fechados nos últimos dois meses nos EUA, reduzindo a capacidade de processamento de suínos em 25% e de carne bovina em 10%, segundo um sindicato de trabalhadores do setor de alimentação.

Abatedouros no Canadá fecharam, e casos de covid-19 foram confirmados entre trabalhadores no Brasil.