PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Confinamento na Ásia limita oferta de peças do Nintendo Switch

Debby Wu e Takashi Mochizuki

12/05/2020 15h25

(Bloomberg) -- A Nintendo tem enfrentado dificuldade para comprar alguns componentes essenciais para seu popular console Switch devido a bloqueios impostos pelos governos na Malásia e nas Filipinas, o que deve limitar a produção da empresa neste ano, segundo pessoas a par das operações.

A Malásia é a fonte da Nintendo para placas de circuito impresso, enquanto as Filipinas fornecem componentes passivos que se conectam a esses PCBs, na sigla em inglês. Ambos os países tiveram que limitar as operações de empresas e viagens como parte dos esforços para conter a propagação do novo coronavírus. A Malásia reduziu as medidas de confinamento em 4 de maio, com a abertura da maioria da atividade econômica. No entanto, os estados adiaram as regras de flexibilização devido à falta de preparo, enquanto empresas buscavam que todos trabalhadores fossem testados antes de retornar ao trabalho.

Um porta-voz da Nintendo não quis comentar.

As restrições devem dificultar a meta da Nintendo de superar a previsão de vender 19 milhões de unidades do Switch no atual ano fiscal, uma projeção decepcionante que provocou a queda das ações na sexta-feira. O Switch está esgotado em muitos mercados ao redor do mundo devido à popularidade do Animal Crossing: New Horizons, o jogo de maior sucesso na era coronavírus.

A previsão da Nintendo se compara à venda de 21 milhões de consoles Switch no último ano fiscal, apesar da crescente popularidade do aparelho. A restauração da capacidade total de produção dependerá em grande parte da evolução da pandemia, e a Nintendo pode ter que adiar o lançamento de alguns jogos e serviços se as coisas não melhorarem, disse o presidente Shuntaro Furukawa em teleconferência sobre o balanço na quinta-feira.

"Esperamos que o impacto do Covid-19 em nossa produção desapareça no verão", disse Furukawa.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia