PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Thyssenkrupp retoma conversas para fusão em siderurgia

Eyk Henning e William Wilkes

18/05/2020 12h38

(Bloomberg) -- A Thyssenkrupp planeja retomar negociações para combinar a unidade de aço com uma rival em meio à pandemia de coronavírus, que agrava a batalha do conglomerado pela sobrevivência, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

A empresa tem conversado com assessores sobre possíveis acordos, disseram as pessoas, que falaram sob condição de anonimato. A divisão siderúrgica emprega cerca de 27 mil pessoas e queimou mais de 1 bilhão de euros (US$ 1,08 bilhão) em caixa nos seis meses encerrados em 31 de março, disseram as fontes.

Antes sinônimo de talento industrial alemão, a Thyssenkrupp luta para sobreviver. O conselho fiscal da empresa tinha planos de discutir na segunda-feira a estratégia após a venda da cobiçada unidade de elevadores por 17 bilhões de euros a um consórcio de private equity, disseram algumas pessoas. A diretora-presidente do conglomerado, Martina Merz, espera que parte dos recursos do acordo com o consórcio, cujos investidores incluem Advent International e Cinven, seja usada para ajudar unidades com problemas ou colocá-las à venda.

A Thyssenkrupp já havia iniciado conversas sobre um acordo no setor siderúrgico com a Salzgitter, disseram pessoas a par do assunto no ano passado. Uma siderúrgica chinesa e outra indiana também manifestaram interesse nas operações de aço europeias da Thyssenkrupp, disseram as pessoas. A SSAB, da Suécia, também está entre os possíveis parceiros, disse uma das pessoas.

Uma porta-voz da Thyssenkrupp não comentou.

Embora a Comissão Europeia tenha bloqueado a fusão da Thyssenkrupp Steel com a Tata Europe no ano passado, ambas as empresas poderiam revisitar um acordo e potencialmente vender ou fechar usinas siderúrgicas para diminuir as preocupações antitruste, disseram algumas pessoas. A Thyssenkrupp também procura parceiros europeus com os quais possa combinar suas operações de construção submarina, disse uma das fontes.

A Reuters havia divulgado anteriormente que a Thyssenkrupp estava novamente negociando um acordo para a divisão de aço.

©2020 Bloomberg L.P.