IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

UE pedirá mais inclusão em Fórum de Governança da Internet no Brasil

2015-11-09T12:12:00

09/11/2015 12h12

Bruxelas, 9 nov (EFE).- O vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo Mercado Único Digital, Andrus Ansip, pedirá no Fórum de Governança da Internet (IGF, na sigla em inglês), realizado no Brasil, uma gestão mais transparente e inclusiva da rede, com mais participação da sociedade civil e países em desenvolvimento.

Ansip está em João Pessoa para participar do evento, promovido pela Cúpula Mundial sobre Sociedade de Informação da ONU há dez anos para avançar em direção de uma internet mais inclusiva, na qual participem as diferentes partes interessadas.

Em comunicado, o responsável da Comissão Europeia reiterou que a "internet não conhece fronteiras" e que, por isso, a cooperação em nível global é essencial para garantir que a rede funcione bem e que seus benefícios possam ser compartilhados por todo o mundo.

Durante o fórum, Ansip, que participará da cerimônia de abertura, mostrará o apoio da UE a um evento com um grande número de participantes e uma melhor governança da internet, "mais transparente e sustentável".

"Para mim, a governança na internet se baseia em garantir que a rede siga sendo um espaço global, aberto e livre. As pessoas tem que desfrutar dos mesmos direitos e ter o mesmo grau de proteção" destacou no comunicado.

Segundo o representante da Comissão Europeia, a governança da internet é "essencial" no mundo todo e deve garantir "uma internet segura, na qual as pessoas possam confiar".

A Comissão Europeia apresentará no evento a ideia da criação de um observatório da política global sobre internet, com o qual acredita que poderá expandir o acesso e a informação sobre a gestão da rede a mais parceiros, em particular a representantes da sociedade civil e dos países em desenvolvimento.

Ao longo dos quatro dias de duração do IGF serão discutidos assuntos como a cibersegurança, a confiança a diversidade e os direitos humanos na internet.

Mais Economia