Bolsas

Câmbio

Entra em vigor veto russo a importações de frutas e verduras desde a Turquia

Moscou, 1 jan (EFE).- A Rússia colocou em vigor nesta sexta-feira a proibição às importações de frutas e verduras desde a Turquia e outras sanções econômicas contra Ancara em represália pelo derrubamento pela aviação turca de um caça russo que cumpria missões na Síria.

O veto às importações procedentes da Turquia foi adotado em 1º de dezembro, mas sua aplicação foi adiada até hoje para permitir às redes comerciais se reorganizarem com outros fornecedores, segundo explicou o vice-primeiro-ministro russo Arkadi Dvorkovich.

Ao embargo alimentício uniu-se hoje a proibição a empresas turcas ou controladas por cidadãos turcos de desenvolver atividades no setor hoteleiro, turístico, madeireiro, construção e prestação de serviços para as necessidades estatais e municipais.

A legislação governamental precisa que o veto não se estende aos contratos assinados antes de sua entrada em vigor.

Em dezembro, a Rússia proibiu todos os voos charter à Turquia, até há pouco um dos destinos turísticos prediletos dos russos.

Segundo a Rússia, esta medida poderia significar para o setor turístico da Turquia a perda de até US$ 10 bilhões anuais, número equivalente ao superávit turco na troca comercial entre ambos países.

O ministro da Economia da Rússia, Alexei Uliukayev, assegurou que as sanções à Turquia não terão um grande impacto no mercado de alimentos, mas sim em outros setores como o turismo e o transporte aéreo.

Na sua opinião, a Rússia poderá equilibrar a situação no mercado de alimentos mediante diversificação de suas importações.

Moscou estima que devido ao embargo alimentício, os intercâmbios comerciais russo-turcos terão uma diminuição de US$ 800 milhões neste ano.

Segundo dados do governo russo, nos primeiros seis meses de 2015 a troca comercial com a Turquia experimentou uma queda de 19% em comparação o mesmo período do ano anterior e totalizou US$ 12,7 bilhões.

A Rússia acrescentou às medidas de ordem econômica a suspensão a partir hoje do acordo com a Turquia de isenção de vistos para visitas de curta duração.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos