Jornalista é morto enquanto cobria conflito de professores no México

Oaxaca (México), 19 jun (EFE).- O repórter Elidio Ramos Zárate, do jornal "El Sur", foi assassinado neste domingo no estado de Oaxaca, no sul do México, por homens desconhecidos enquanto cobria os protestos de professores contra a reforma educacional, confirmou à Agência Efe o diretor do jornal regional.

O diretor-geral de "El Sur", Luciano Pacheco, disse que Ramos foi assassinado no cruzamento viário de acesso ao município de Juchitán de Zaragoza, na região do Istmo de Tehuantepec, enquanto cobria os distúrbios e bloqueios nesta cidade realizados por professores da Seção 22 da Coordenadora Nacional de Trabalhadores da Educação.

Durante o atentado contra o jornalista, de 44 anos de idade, também morreu outra pessoa, Raúl Cano López, e outra mais ficou ferida.

O jornalista descansava em um banco quando dois sujeitos atiraram contra ele. Os assassinos viajavam em uma motocicleta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos