Bolsas

Câmbio

Volkswagen proíbe funcionários de jogar Pokémon Go na Alemanha

  • Reprodução

Berlim, 11 ago (EFE).- A fabricante de automóveis alemã Volkswagen proibiu seus empregados de jogar Pokémon Go em qualquer espaço da sede central em Wolfsburg, conforme um comunicado interno da empresa repercutido nesta quinta-feira (11) pelo jornal "Bild".

A "falta de atenção" e a "distração" ao jogar Pokémon Go aumenta o risco de acidente de trabalho, aponta o grupo na carta dirigida a seus 70 mil empregados. Além disso, a ativação da geolocalização permite a terceiros conhecer a posição atual do usuário, o que representa um risco para a segurança da empresa, adverte.

As condições de uso permitem ao responsável do aplicativo compartilhar toda a informação do usuário com terceiros, o que afeta seriamente a proteção de dados, e o compartilhamento de fotos e vídeos constitui um perigo em termos de confidencialidade, de acordo com o texto da Volkswagen.

"Quase todo mundo joga aqui. Eu mesmo capturei três Pokémon ontem na linha de montagem. O trabalho não foi afetado por isso, mas em geral os chefes ficam com a razão", afirmou ao jornal um funcionário da firma, que por razões óbvias não foi identificado.

Outro operário reconheceu que também joga no trabalho, mas não considera que isso seja "o fim do mundo".

A Volkswagen não é a única a banir o uso do aplicativo no ambiente de trabalho. A companhia de siderurgia alemã Thyssenkrupp enviou um comunicado interno para seus 31 mil empregados da sua sede em Ruhr com a sucinta, porém clara, mensagem "Don't Pokémon and work" (ou "Não jogue Pokemon e trabalhe").

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos