Yahoo anuncia que hackers roubaram informações de 500 milhões de usuários

Washington, 22 set (EFE).- O Yahoo anunciou nesta quinta-feira que hackers tiveram acesso a informações privadas de 500 milhões de usuários, o que poderia afetar as negociações em andamento para a venda do principal negócio da companhia.

Em comunicado, o Yahoo afirmou que a invasão foi cometida por um "ator respaldado por um Estado" no final de 2014. Os hackers tiveram acesso a dados como números de telefones, e-mails, datas de nascimento e senhas de 500 milhões de usuários.

O vazamento pode ter influência no acordo de compra do Yahoo pela Verizon por US$ 4,8 bilhões, fechado em julho, mas que ainda depende da autorização dos órgãos de regulação para ser formalizado.

O valor das possíveis compensações pelo vazamento poderia levar a um ajuste do preço da aquisição pela Verizon e afetar os acionistas.

"Yahoo está trabalhando estreitamente com as agências de segurança neste tema. As invasões e roubos eletrônicos por agentes respaldados por Estados estão cada vez mais comuns na indústria da tecnologia", disse a companhia em nota.

Recentemente, a empresa informou que estava investigando uma suposta invasão de um hacker chamado "Peace", que garantiu ter roubado as informações privadas de 200 milhões de usuários dos serviços do Yahoo desde 2012.

Ele está vendendo os dados pessoais, contas de e-mail e senhas na "dark web", uma parte da "deep web", de acesso anônimo e dominada por hackers, por 3 bitcoins, equivalentes a US$ 1,8 mil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos