Bolsas

Câmbio

China lança no nordeste do país seu segundo porta-aviões

Xangai (China), 26 abr (EFE).- A China lançou nesta quarta-feira seu segundo porta-aviões no estaleiro de Dalian, no nordeste do país, segundo informou, sem dar mais detalhes, a agência de notícias oficial "Xinhua".

Este é o primeiro porta-aviões construído em sua totalidade no país asiático e foi lançado em uma cerimônia realizada nesta manhã (hora local) no estaleiro da empresa China Shipbuilding Industry.

O segundo porta-aviões de China chega depois do "Liaoning", um navio construído na antiga União Soviética e comprada da Ucrânia, reformada e colocada a serviço da Marinha chinesa em 2012.

De acordo com informações do jornal independente "South China Morning Post", o novo porta-aviões, chamado temporalmente de 001A, tem 315 metros de comprimento, 75 de largura e uma velocidade de cruzeiro de 31 nós. Ele tem um deslocamento de 70 mil toneladas e é um pouco maior que o "Liaoning".

A China precisou de cinco anos para o desenvolvimento e construção de seu novo porta-aviões, que conta com novos equipamentos e mais avançados que o "Liaoning", incluindo um hangar maior para transportar mais aviões de combate J-15 e mais espaço para helicópteros e outras aeronaves.

No entanto, vai demorar entre dois e três anos para concluir a instalação de equipamentos eletrônicos de combate e o treino dos pilotos e tripulação na criação de um novo grupo aeronaval. Por isso, os especialistas acreditam que o 001A entrará em serviço somente em 2020.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos