PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

AT&T fecha a compra da Time Warner por US$ 85 bilhões

14/06/2018 23h56

Washington, 14 jun (EFE).- A gigante das telecomunicações AT&T anunciou nesta quinta-feira a aquisição por US$ 85 bilhões da Time Warner através de uma operação autorizada pela Justiça dos Estados Unidos na última terça, apesar da oposição do governo de Donald Trump.

O CEO da AT&T, Randall Stephenson, disse em comunicado que a operação combina "o conteúdo e o talento criativo de primeira linha da Warner Bros., HBO e Turner" com o "ponto forte" de sua empresa: "a distribuição direta ao consumidor".

"Vamos oferecer aos clientes uma experiência de entretenimento diferenciada, de alta qualidade e através do telefone", acrescentou Stephenson.

Atual CEO da Time Warner, Jeff Bewkes, permanecerá como assessor durante o período de transição.

A AT&T anunciou a compra de Time Warner em outubro de 2016, mas a oposição do governo de Trump à operação por supostamente prejudicar a concorrência provocou o atraso de quase dois anos com um processo judicial.

Na última terça-feira, um juiz dos Estados Unidos deu finalmente sinal verde para a negociação.

O governo de Trump, através do Departamento de Justiça, disse estar "decepcionado" com a decisão judicial, embora por enquanto ele não a tenha apelado, permitindo que a operação fosse adiante.

No entanto, o departamento liderado por Jeff Sessions tem 60 dias para apelar da decisão judicial.

O Executivo alega que a fusão pode gerar um aumento no preço dos serviços que eles fornecem e potencialmente bloquear os criadores de conteúdos para distribuí-los sem pagar custos adicionais.

Trump, de fato, chegou a dizer que a operação "não é boa para o país".