IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Transporte público entra em colapso em Caracas após breve corte de energia

29/08/2018 20h12

Caracas, 29 ago (EFE).- O transporte público entrou em colapso nesta quarta-feira em Caracas após um breve corte de energia elétrica que afetou o serviço do metrô e obrigou os usuários a caminhar vários quilômetros para chegar aos seus destinos, segundo pôde constatar a Agência Efe.

A falha elétrica, que se estendeu ao longo da cidade, se prolongou por um período de 30 minutos e gerou a suspensão preventiva de todas as linhas do serviço do transporte subterrâneo, que praticamente percorre toda Caracas.

O serviço de transporte ferroviário que cobre os arredores da capital também foi suspenso pelo corte de energia.

Após algumas horas, ambos serviços retomaram suas operações com normalidade.

O ministro de Energia Elétrica da Venezuela, Luis Motta, disse em entrevista à emissora de televisão estatal "VTV" que a falha se originou pelo "seccionamento" de uma linha de transmissão em Santa Teresa, no estado de Miranda.

"Uma linha não se secciona sozinha, não se corta sozinha, vamos buscar todos os indícios de como isto pode ter acontecido e quem está por trás desta situação", destacou.

A suspensão temporária do metrô agravou o colapso que já afeta o transporte público na Venezuela, afligido pela escassez de unidades por conta da falta de peças de reposição e seus altos custos.

Segundo o grêmio que agrupa as transportadoras caraquenhas, cerca de 90% das unidades de mobilização da capital venezuelana se encontram paradas, o que abriu espaço para que as chamadas "canis" - caminhões de carga sem os níveis mínimos de segurança para o transporte de passageiros - ofereçam o serviço.

O blecaute de hoje é o segundo de grande escala que afeta Caracas este mês, no meio da crise generalizada que assola o país com as maiores reservas de petróleo no planeta.