PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Barril do Texas fecha em baixa de 0,45%

20/09/2018 16h50

Nova York, 20 set (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta quinta-feira em baixa de 0,45%, cotado a US$ 70,80 o barril, após uma advertência do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aos países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para que reduzam os preços.

Ao final das operações na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em outubro caíram US$ 0,32 em relação ao fechamento do pregão de ontem Os contratos para entrega em novembro, que começam a ser negociados amanhã, fecharam cotados a US$ 70,32, uma queda de 0,6% (US$ 0,45) em relação à sessão de quarta-feira.

A reação de hoje está vinculada a um comentário do presidente de americano, que pediu à OPEP que reduza os preços do petróleo.

"Protegemos os países do Oriente Médio, não ficariam seguros durante muito tempo sem nós, e mesmo assim continuam pressionando para que os preços do petróleo sejam mais e mais altos!", escreveu Trump em sua conta no Twitter, antes de acrescentar que "o monopólio da OPEP deve baixar os preços agora!"

O presidente dos EUA se pronunciou assim diante das recentes altas e em relação com uma reunião entre os membros da OPEP e outros países produtores no próximo domingo na Argélia para abordar as futuras perdas em exportações iranianas.

Os mercados se preparam para uma redução nas provisões de petróleo do Irã após as sanções que Washington anunciou para 4 de novembro à Teerã, embora muitos compradores já tenham diminuído suas importações de petróleo iraniano.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em outubro caíram US$ 0,01, para US$ 2,01 o galão, enquanto os de gás natural, com vencimento no mesmo, mês subiram US$ 0,07 e fecharam em US$ 2,98 por cada mil pés cúbicos.