PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Economista Roberto Castello Branco aceita convite para presidir Petrobras

19/11/2018 09h25

São Paulo, 19 nov (EFE).- O economista Roberto Castello Branco aceitou o convite do futuro ministro de Economia, Paulo Guedes, para presidir a Petrobras, embora a indicação ainda deve ser confirmada pelo líder eleito do Brasil, Jair Bolsonaro.

Segundo um comunicado, Guedes recomendou a Bolsonaro a indicação de Roberto Castello, um economista com pós-doutorado pela Universidade de Chicago e que ocupou postos de direção no Banco Central e na mineira Vale, a maior exportadora de ferro do mundo.

O economista, que é visto como um homem de confiança de Guedes, já integrou o Conselho de Administração da Petrobras e desenvolveu projetos de pesquisa nas áreas de petróleo e gás, de acordo com a nota enviada pela assessoria de Guedes.

Castello Branco deverá substituir a partir de janeiro o atual presidente, Ivan Monteiro, que assumiu a presidência da Petrobras em junho após a saída de Pedro Parente depois de uma greve de caminhoneiros que praticamente paralisou o país.

Monteiro faz parte da direção da empresa desde 2016, quando Temer substituiu todos os diretores como parte da reestruturação anunciada para superar o escândalo de corrupção que a Petrobras protagonizou.