PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cotações

Trump indica subsecretário do Tesouro para presidência do Banco Mundial

06/02/2019 18h09

Washington, 6 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou formalmente nesta quarta-feira o subsecretário do Departamento do Tesouro, David Malpass, como candidato à presidência do Banco Mundial, uma escolha polêmica devido às críticas feitas pelo indicado às instituições multilaterais.

Em um evento realizado na Casa Branca, Trump destacou que Malpass é uma pessoa "muito especial", com mais de 40 anos de experiência financeira e afirmou que não há candidato melhor para o cargo.

A escolha de Trump ainda deve ser aprovada pela direção executiva do Banco Mundial, que informou que receberá candidaturas até o dia 14 de março. Segundo o órgão, o processo de seleção será transparente e baseado no mérito.

Malpass disse ter ficado honrado com a escolha e se comprometeu a promover uma "reforma construtiva" do Banco Mundial. Enquanto subsecretário para Assuntos Internacionais do Departamento do Tesouro, ele foi um dos responsáveis por aprovar uma ampliação do capital da instituição financeira em US$ 13 bilhões.

A presidência do Banco Mundial é ocupada interinamente pela búlgara Kristalina Georgieva, diretora-executiva da instituição, após a surpreendente renúncia do americano Jim Yong Kim três anos antes da conclusão de seu mandato no cargo.

Apesar dos EUA terem a maior cota de votação na instituição, a candidatura de Malpass pode ser bloqueada se os demais países se unirem, algo que é considerado bastante improvável devido ao pacto entre americanos e europeus para dividir as chefias do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Desde as discussões do acordo de Bretton Woods que determinaram a criação das duas organizações após o fim da Segunda Guerra Mundial, os EUA são quem indicam o presidente do Banco Mundial. Já o FMI é sempre dirigido por um nome indicado pelos países europeus. EFE

Cotações