PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Preocupações do Fed com criptomoeda do Facebook fazem bitcoin despencar

11/07/2019 17h37

Nova York, 11 jul (EFE).- As cotações do bitcoin caíram 10% nesta quinta-feira, para US$ 11.740,27 cada, devido aos questionamentos do Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, sobre a Libra, o projeto de criptomoeda anunciado pelo Facebook.

A principal divisa digital foi abalada pelas "sérias preocupações" expressadas pelo presidente do Fed, Jerome Powell, durante uma audiência do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes dos EUA.

"A Libra desperta sérias preocupações em relação à privacidade, à lavagem de dinheiro, à proteção do consumidor e à estabilidade financeira. Estas dúvidas terão de ser abordadas pública e rigorosamente", afirmou Powell.

O presidente do Fed também pediu a interrupção do desenvolvimento da criptomoeda, que está sendo criada pelo Facebook em parceria com um consórcio de 27 empresas, entre elas Visa, Mastercard, Uber e Vodafone.

Powell também anunciou a criação de um grupo de trabalho dentro do Fed para analisar a proposta do Facebook.

A aposta da empresa fundada por Mark Zuckerberg na Libra animou o mercado de criptomoedas, justamente em um momento de instabilidade no comércio internacional e nas bolsas de valores de todo o mundo.

O anúncio da Libra colocou a cotação do bitcoin em um nível não visto em 17 meses. Só neste ano, o valor da moeda digital, que era de US$ 3,8 mil em janeiro, quase triplicou graças à volatilidade do mercado financeiro e do otimismo dos investidores com a proposta do Facebook.

No entanto, os sinais dados por Powell de que o Fed pode promover uma redução das taxas básicas de juros dos Estados Unidos em um futuro não tão distante recolocou os investidores no mercado de ações.

A expectativa fez com que os principais indicadores de Wall Street batessem recordes atrás de recordes nos últimos dias.

Grandes variações nas cotações do bitcoins são comuns nos dez anos de existência da criptomoeda. Em dezembro de 2017, ela atingiu seu maior valor, de US$ 20 mil, mas se desvalorizou em quase 80% ao longo de 2018. EFE