Topo

Barril do Texas fecha em queda de 3,2%

19/11/2019 18h10

Nova York, 19 nov (EFE).- O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI) fechou nesta terça-feira em queda de 3,2%, cotado a US$ 55,21 o barril, devido, segundo os analistas, a uma combinação entre um excesso de oferta de petróleo em nível internacional e uma guerra comercial sem fim entre Estados Unidos e China.

Ao final das operações da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em dezembro caíram US$ 1,84 em relação ao valor do fechamento anterior.

Os preços do WTI caíram mais de 3% por causa das preocupações sobre o excesso de oferta mundial de petróleo e do progresso limitado na resolução de uma disputa comercial entre EUA e China, o que turvou as perspectivas da demanda de petróleo.

Os analistas acumulam dados negativos sobre um excesso de oferta, à espera da reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) em dezembro.

É considerado pouco provável que a Rússia aceite aprofundar os cortes na produção de petróleo em uma reunião com outros exportadores no próximo mês, mas poderia se comprometer a estender as restrições existentes para apoiar a Arábia Saudita.

A Opep e seus aliados irão analisar se os cortes na oferta de petróleo se aprofundarão na próxima vez que se reunirem, devido a preocupações sobre o fraco crescimento da demanda em 2020, de acordo com a "CNBC", que citou uma fonte do governo chinês para também falar de pessimismo sobre as perspectivas de um acordo comercial com os EUA.

Neste contexto, os contratos de futuros de gasolina com vencimento em dezembro caíram US$ 0,02, cotados a US$ 1,60 o galão, e os de gás natural com vencimento no mesmo mês perderam US$ 0,05, para US$ 2,51 por cada mil pés cúbicos. EFE

Economia