PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Nova York "reabrirá por completo" em 1º de julho

29/04/2021 19h19

Nova York, 29 abr (EFE).- A cidade de Nova York "reabrirá por completo", recuperando a capacidade máxima de comércio e serviços em 1º de julho, graças ao estímulo da ampla campanha de vacinação contra a covid-19, anunciou nesta quinta-feira o prefeito, Bill de Blasio.

"Estamos prontos para que lojas, empresas, escritórios, teatros sejam abertos com toda a força. Estamos vendo que as pessoas foram vacinadas em números extraordinários (...) Vai ser o verão de Nova York", disse o político no programa "Morning Joe" da rede de televisão "MSNBC".

O anúncio do prefeito foi feito mais de um ano após as primeiras restrições à atividade econômica terem sido impostas com a chegada do coronavírus à cidade, que se tornou o epicentro da pandemia durante a primavera (no hemisfério norte) de 2020.

Nova York aplicou 6,2 milhões de doses de vacinas antivirais - 36% da população já está imunizada - e viu o número médio de infecções, internações e mortes cair substancialmente na última semana.

"Acho que as pessoas vão afluir a Nova York porque querem viver novamente", disse o prefeito, que há uma semana anunciou a maior campanha de promoção turística da história da cidade para atrair visitantes para o verão.

De Blasio não deu detalhes sobre esta reabertura "completa", mas sua administração estabeleceu até agora a abertura dos teatros da Broadway para setembro, e das escolas também para o outono.

Já o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, marcou para o início de maio o fim do toque de recolher para restaurantes, tanto em espaços abertos como fechados.