Bolsas

Câmbio

Desembolsos do BNDES somam R$ 27,738 bi de janeiro a maio, queda de 13%

Vinicius Neder

Rio

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 27,738 bilhões, de janeiro a maio, em empréstimos já aprovados, queda nominal (sem descontar a inflação) de 13% em relação a igual período de 2016, informou nesta terça-feira, 20. a instituição de fomento. Em termos reais, levando em conta a inflação, a queda nos desembolsos foi de 17%. No acumulado de 12 meses, os desembolsos somaram R$ 84,138 bilhões, queda nominal de 26%.

"No agregado, os indicadores de desempenho do BNDES seguem refletindo a situação econômica do Brasil, de recuperação lenta e gradual. Diante do quadro de baixo investimento, as aprovações do BNDES, em maio de 2017, somaram R$ 5,6 bilhões, acumulando um total de R$ 24,3 bilhões em 2017, o que representa contração de 32% frente ao mesmo período de 2016", diz a nota do BNDES à imprensa.

As consultas, primeiro passo do processo de pedido de crédito do banco de fomento, registraram R$ 37,832 bilhões de janeiro a maio, queda nominal de 22%. Na nota, o BNDES ressalta que "o panorama é diferente quando se analisam alguns setores específicos da indústria".

"É o caso, por exemplo, de Celulose e Papel (+501%), Mecânica (+108%), Química e Petroquímica (+295%), Alimento e Bebida (+54%) e Têxtil e Vestuário (+16%). Na Infraestrutura, as consultas dos setores de Telecomunicações, Transporte Rodoviário e Energia Elétrica tiveram crescimento de, respectivamente, 22%, 20% e 5% entre janeiro e maio de 2017, frente ao mesmo período de 2016", informa o banco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos