Bolsas

Câmbio

Não interessa fazer reforma que obrigue a fazer outra em 3 anos, diz Meirelles

Francisco Carlos de Assis e Altamiro Silva Junior

São Paulo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, declarou nesta sexta-feira, 23, que não vale a pena fazer uma reforma da Previdência que cria a necessidade de fazer outra reforma daqui a poucos anos. Ele reconheceu, porém, que dentro do quadro atual, de crise política, pode haver algumas mudanças. "Estamos discutindo isso", afirmou respondendo a pergunta da plateia em evento da Câmara Americana de Comércio (Amcham - Brasil) após fazer palestra que durou cerca de 40 minutos.

"Na minha opinião, não nos interessa fazer uma reforma que nos obrigue a fazer outra em três anos", disse ele. "Minha proposta é para que façamos uma reforma sustentável", destacou o ministro.

Meirelles descartou redução da carga tributária hoje no Brasil e afirmou que o governo vai conseguir cumprir a meta fiscal. "Hoje, como estamos, não há espaço para corte de impostos."

Questionado sobre a crise política, Meirelles disse que a situação será resolvida em algum momento. "Há um rito judicial e legislativo claro."

O ministro disse que a expectativa do governo é que o Congresso não vai aceitar as denúncias contra o presidente Michel Temer.

"É normal que existam muitas preocupações, mas isto tenderá a ser resolvido", afirmou o ministro, ressaltando que as instituições no Brasil estão funcionando. "A crise política não vai ficar aqui por período prolongado."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos