Bolsas

Câmbio

TransCanada quer iniciar novo oleoduto em 2019, mas depende de aval na Justiça

Nicholas Shores

São Paulo

A operadora de infraestrutura de energia TransCanada pretende começar a construção da extensão do seu oleoduto Keystone em 2019, afirma o chefe da unidade de líquidos da empresa, Paul Miller.

Batizado como Keystone XL, o trajeto planejado vai da província de Alberta, no Canadá, ao Estado de Nebraska, nos Estados Unidos, passando por Montana e Dakota do Sul, também em solo americano. Miller acrescenta que a companhia já estocou boa parte dos materiais necessários para dar início à edificação do projeto.

Nesta sexta-feira, a TransCanada divulgou seu balanço do primeiro trimestre, no qual registrou lucro líquido de US$ 734 milhões, ou US$ 0,83 por ação, um avanço de 14,15% em relação a igual período de 2017, quando anotou nesta linha US$ 643 milhões, ou US$ 0,74 por ação.

No comunicado em que revelou as cifras, a empresa explica que atua em três frentes judiciais em busca de autorização plena para começar a construir o novo trecho do oleoduto.

A primeira delas é na Suprema Corte de Nebraska, que, de acordo com a TransCanada, é a última instância a se pronunciar sobre a aprovação de uma rota alternativa para o Keystone XL e deve chegar a uma decisão no fim deste ano ou no primeiro trimestre de 2019.

Em Montana, a companhia enfrenta, junto com o Departamento de Justiça dos EUA, dois processos separados que contestam a permissão presidencial do atual ocupante da Casa Branca, Donald Trump, para a construção do oleoduto. "Acreditamos que a decisão das cortes possa ser anunciada no final de 2018", afirma.

Por fim, a Suprema Corte de Dakota do Sul está em vias de decidir se é ou não o tribunal competente para julgar uma apelação contra a recertificação da permissão concedida para a construção do Keystone XL pela Comissão de Concessões Públicas desse Estado.

"Avanços bem-sucedidos (no Keystone XL) e em outros projetos em construção e operação poderiam estender nossa perspectiva de crescimento de dividendos para além de 2021", afirma o presidente e executivo-chefe da TransCanada, Russ Girling.

Para o trimestre encerrado em 30 de junho deste ano, a diretoria da empresa declarou um dividendo trimestral de US$ 0,69 por ação ordinária. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos