Bolsas

Câmbio

McCafferty defende BoE não adie mais a alta de seu juro básico

Londres

A economia do Reino Unido está se recuperando da fraqueza que demonstrou no começo do ano e o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) não deveria mais adiar um necessário aumento em sua taxa básica de juros, afirmou hoje Ian McCafferty, integrante do comitê de política monetária do BoE.

Em sua último discurso antes de deixar o cargo, McCafferty indicou que irá mais uma vez votar a favor do aumento do juro básico do BC inglês, de 0,5% para 0,75%, na reunião marcada para o começo de agosto.

McCafferty atribui a desaceleração britânica no primeiro trimestre ao clima excepcionalmente frio do período. Segundo ele, indicadores que saíram desde então sugerem que a economia está se recuperando, em linha com projeções que o BoE divulgou no mês passado.

Na última quinta-feira (21), McCafferty foi um de três dirigentes do BoE a votar pela elevação do juro. Os demais seis integrantes do comitê votaram pela manutenção da taxa em 0,5%.

Em setembro, McCafferty será substituído no comitê do BOE por Jonathan Haskell, professor de economia do Imperial College que mais cedo demonstrou ter uma postura mais "dovish", ou seja, favorável à manutenção de estímulos monetários. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos