PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

EUA dizem que acordo com México reduz distorções agrícolas

Gabriel Bueno da Costa

São Paulo

27/08/2018 14h26

Um comunicado da Casa Branca afirma que o acordo entre os Estados Unidos e o México trará benefícios aos trabalhadores dos dois países. A iniciativa criará mais comércio recíproco, apoiará o pagamento de salários mais altos e protegerá a propriedade intelectual americana. Além disso, será benéfico para fazendeiros, trabalhadores e empresas da América do Norte, diz o texto. A nota sustenta que novas regras de origem incentivarão a produção de bilhões de dólares ao ano em veículos e partes de automóveis nos EUA. Também aponta que os novos compromissos em vigor permitirão reduzir distorções nas políticas comerciais para produtos agrícolas, bem como um comércio mais justo nos setores de alimentos e agricultura.

O acordo bilateral permite proteções à propriedade intelectual "fortes e eficazes". Na opinião da Casa Branca, o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês), com 24 anos, estava "desatualizado e desequilibrado", prejudicando empregos e empresas dos EUA. Agora, o acordo reflete melhor os padrões modernos, as novas tecnologias e a economia global do século XXI, argumenta o governo americano.