ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Juros: Taxas desaceleram alta em linha com dólar

Karla Spotorno

São Paulo

04/09/2018 09h48

Os juros futuros abriram em alta nesta terça-feira sob a influência do fortalecimento da moeda americana nos mercados doméstico e global. Além do avanço do dólar, pesam sobre as taxas futuras a cautela com o cenário eleitoral antes da divulgação da pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo, à noite.

Acompanhando a desaceleração da alta do dólar ante o real, as taxas dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) renovaram mínimas. Às 9h38, o DI para janeiro de 2020 subia a 8,86% de 8,79% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2021 avançava para 10,04%, na mínima, de 9,99%, enquanto o vencimento para janeiro de 2023 estava em 11,62%, na mínima, de 11,60% no ajuste anterior.

A queda de 0,2% da produção industrial em julho ante junho ficou neste primeiro momento em segundo plano, segundo agentes do mercado de DI. O resultado veio dentro do intervalo das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde uma queda de 3,60% a uma alta de 1,00%, com mediana negativa de 1,50%.

Em relação a julho de 2017, a produção subiu 4,0%. Nessa comparação, sem ajuste, as estimativas variavam desde um recuo de 1,00% a uma expansão de 4,50%, com mediana positiva de 2,00%. No ano, a indústria teve alta de 2,5%. No acumulado em 12 meses, a produção da indústria acumulou avanço de 3,2%.

Mais Economia