PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Refino de petróleo, extrativas e outros químicos puxam IPP, diz IBGE

Daniela Amorim

Rio

26/10/2018 11h03

Os reajustes disseminados nos preços dos produtos industriais na porta de fábrica resultaram na alta de 2,93% registrada pelo Índice de Preços ao Produtor (IPP) de setembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre as 24 atividades industriais pesquisadas, 22 apresentaram aumentos de preços no mês.

As maiores variações foram observadas nos segmentos de indústrias extrativas (12,82%), refino de petróleo e produtos de álcool (7,44%), outros produtos químicos (4,52%), outros equipamentos de transporte (3,88%) e metalurgia (3,66%).

Em termos de influência, os segmentos que mais contribuíram para o avanço do IPP em setembro foram refino de petróleo (0,89 ponto porcentual), extrativas (0,57 ponto porcentual), outros produtos químicos (0,49 ponto porcentual) e metalurgia (0,30 ponto porcentual).

As reduções de preços ocorreram na atividade de vestuário, com queda de 0,56% em setembro, e produtos minerais não-metálicos, com recuo de 0,74%.