PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Petrobras inicia fase vinculante para venda de ativos de E&P na Bacia de Pelotas

Fabiana Holtz

São Paulo

16/03/2020 15h59

A Petrobras deu início nesta segunda-feira, 16, à fase vinculante para venda de parcela de participação em blocos exploratórios na concessão BM-P-2, localizada em águas profundas da Bacia de Pelotas (RS). A Petrobras e a Total são parceiras nessa concessão e cada uma detém 50% de participação, sendo a petrolífera brasileira a operadora.

Conforme comunicado da empresa, o desinvestimento será realizado em conjunto, com a venda entre 30% a 65% de participação e a Petrobras permanecerá como operadora da concessão.

A BM-P-2, da Bacia de Pelotas, foi adquirida pela petrolífera (100% de participação) em 2004 na 6ª Rodada de Licitações da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Em 2013, a Total tornou-se sua parceira na concessão com a aquisição de 50% da participação.

Atualmente, a concessão envolve os blocos exploratórios P-M-1269, P-M-1271, P-M-1351 e P-M-1353 e está estrategicamente posicionada em relação à 17ª Rodada de licitações anunciada pela ANP, prevista para 2020, em que deverão ser ofertados blocos da Bacia de Pelotas.

"Essa concessão apresenta um reduzido compromisso exploratório com o potencial de comprovar significativos volumes", acrescenta a empresa.