PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Azul anuncia corte de 25% em salário de comitê executivo

Passageiros com máscaras de proteção caminham em frente a guichês da Azul no aeroporto de Congonhas, em São Paulo - RAHEL PATRASSO
Passageiros com máscaras de proteção caminham em frente a guichês da Azul no aeroporto de Congonhas, em São Paulo Imagem: RAHEL PATRASSO

Cristian Favaro

19/03/2020 18h39

Diante da crise com o coronavírus no setor aéreo e a disparada do dólar, a Azul anunciou uma série de medidas para reduzir o custo fixo de suas operações — que representa cerca de 40% do total das despesas operacionais da empresa.

O plano de contingência abre espaço para a licença não remunerada - com 600 pedidos aprovados até o momento — e prevê a redução de salário de 25% dos membros do comitê executivo até a normalização da situação.

No plano, foi suspensa também novas contratações, além de terem determinado a postergação do pagamento referente à participação nos lucros e resultados de 2019. O plano aponta para o estacionamento de aeronaves e suspensão de novas entregas de aviões.