PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Com servidores em greve, BC confirma que não divulgará Focus e IBC-Br na segunda

Vista do prédio do Banco Central do Brasil em Brasília (DF) - Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo
Vista do prédio do Banco Central do Brasil em Brasília (DF) Imagem: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Antonio Temóteo

Brasília

13/05/2022 15h46

O Banco Central (BC) confirmou nesta sexta-feira, 13, que não divulgará na próxima segunda-feira, 16, o Boletim Focus e o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) de março. Somente a nota de estatísticas fiscais do Setor Público Consolidado será publicada na próxima segunda.

Os dados sobre as contas públicas serão divulgados para atender um dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e, por isso, foi considerada atividade essencial, apesar da greve dos servidores do BC.

De acordo com a LRF, o governo tem até o fim de maio para enviar ao Congresso Nacional um documento sobre o cumprimento das metas fiscais do primeiro quadrimestre do ano (janeiro a abril). Essa prestação de contas utiliza as estatísticas fiscais "abaixo da linha" compiladas pelo BC.

Como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), os servidores da autoridade monetária retomaram as paralisações por tempo indeterminado em 3 de maio. No dia seguinte, o BC informou que suas publicações estavam suspensas devido à greve.

A suspensão abrange os dados do fluxo cambial, que costumam sair às quartas-feiras à tarde, e demais publicações do órgão. "Oportunamente, informaremos com 24 horas de antecedência as novas datas para as divulgações", disse o BC em nota enviada à imprensa.

Os servidores cobram do governo um reajuste de 27%, a criação da carreira de auditor para substituir o cargo e analista e a exigência de nível superior para cargos técnicos.