IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

ANP: Preço médio da gasolina nas bombas fica estável em R$ 5,51 pela terceira semana seguida

Rio, 28

28/04/2023 19h50

O preço médio da gasolina comum nos postos de todo o País ficou estável a R$ 5,51 por litro na semana entre os dias 23 e 29 de abril, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) no início da noite desta sexta-feira, 28. Esta foi a terceira semana seguida com a gasolina a esse preço na média nacional.

Essa estabilidade veio na sequência de uma acomodação no preço da gasolina em março após o pico de R$ 5,57 por litro, registrado no fim de fevereiro devido ao retorno dos impostos federais PIS/Cofins sobre o insumo nas refinarias.

Como a Petrobras, que domina o mercado nacional, não altera seus preços há 60 dias, não houve flutuações a serem repassadas ao consumidor final na ponta da cadeia de consumo.

Para além da Petrobras, refinarias privadas, como a de Mataripe (BA), da Acelen, praticaram redução nos preços da gasolina comum aos distribuidores na maior parte das praças, o que ajudou a ancorar o preço do produto vendido nos postos. A Acelen, por exemplo, responde por cerca de 14% do mercado de combustíveis do País.

As refinarias privadas seguem mais à risca o chamado preço de paridade de importação de combustíveis (PPI), que têm arrefecido em linha com as quedas na cotação internacional do petróleo.

A manutenção nos preços da gasolina em refinarias da Petrobras e a recente redução de preços em refinarias privadas têm, possivelmente, compensado a alta no preço do etanol anidro, que pressiona o preço final nos postos. Por lei, o etanol anidro responde por 27% da mistura do combustível.

No acumulado das quatro últimas semanas até hoje (28), o preço do etanol anidro havia subido 9,1% nas usinas paulistas, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Escola Superior de Agricultura da Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq-USP). Embora esse preço tenha assistido a um recuo de 3,44%, para uma média de R$ 3,35 por litro, ele vinha em alta (13%) nas três semanas imediatamente anteriores.

Diesel

O diesel S-10, por sua vez, viu o preço médio cair 0,35% ou R$ 0,02 por litro nos postos de todo o País entre os dias 23 e 29 de abril, informou a ANP. O litro do insumo custou em média R$ 5,77 por litro, ante R$ 5,79 nos sete dias anteriores.

Livre da reoneração dos impostos federais até 1º de janeiro de 2024, por decisão do governo, o preço do diesel S-10 ao consumidor final tem caído, em linha com reduções temporárias nos preços praticados pela Petrobras em suas refinarias, que são repassados ao consumidor.

Hoje (28), a Petrobras fez mais uma redução no preço do seu produto, dessa vez de 9,9% ou R$0,38 por litro, o que deve se refletir na ponta da cadeia de consumo nas próximas semanas. Esse foi o quarto reajuste para baixo no preço do diesel da gestão Jean Paul Prates na Petrobras.

Gás de cozinha

Já o preço médio do gás liquefeito de petróleo (GLP), ou gás de cozinha, experimentou queda leve esta semana, de 0,02%. O insumo vendido em botijão de 13 kg fechou a semana a um preço médio de R$ 107,54, ante a média registrada na semana imediatamente anterior de R$ 107,56. Também nesse caso os impostos federais só voltarão a incidir em 1º de janeiro de 2024.