IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Varejo sobe 1,7% em abril ante abril de 2022 em termos nominais, aponta ICVA

São Paulo

05/05/2023 11h33

A Cielo divulgou nesta sexta-feira, 5, que, de acordo com seu Índice Cielo de Varejo Ampliado (ICVA), as vendas no Varejo em abril de 2023 cresceram 1,7%, em termos nominais, em comparação com o mesmo mês de 2022. O resultado embute o efeito da inflação do período e reflete a receita de vendas observadas pelo Varejista.

Na comparação mensal, houve desaceleração do crescimento do Varejo em abril, uma vez que em março o aumento das vendas foi de 7,3%.

O macrossetor de Serviços cresceu 3,8%, puxado pelo segmento de Recreação e Lazer. Já Bens Não Duráveis, que apresentou alta de 3,1%, foi impactado positivamente pelo segmento de Drogarias e Farmácias. O único macrossetor que apresentou queda nas vendas, de 3,3%, foi Bens Duráveis e Semiduráveis, afetado principalmente pelo segmento de Materiais para Construção.

Segundo o vice-presidente de produtos e tecnologia da Cielo, Carlos Alves, três feriados prolongados (Páscoa, Tiradentes e os dias que antecederam o 1º de Maio) reduziram a atividade comercial. "Afetaram especialmente o desempenho do macrossetor de Bens Duráveis e Semiduráveis. No entanto, é possível deduzir que o macrossetor de Serviços tenha capturado benefícios pontuais, como no segmento de Recreação e Lazer, que cresceu 12,6%", diz.

De acordo com o ICVA nominal, os resultados de cada região brasileira em março foram: Sul (+2,4%), Sudeste (+2,1%), Norte (+1,5%), Centro Oeste (+0,4%) e Nordeste (+0,3%).