Topo

Mais de 76% dos brasileiros desejam abrir o próprio negócio

2013-03-21T08:15:00

21/03/2013 08h15

SÃO PAULO - A possibilidade de ser mais independente, se tornar o próprio chefe e de ter um retorno financeiro maior do que o salário que recebe todo mês são alguns dos atrativos que chamam a atenção dos brasileiros na hora de abrir seu próprio negócio. Não é por menos que mais de 76% da população do País pretende tocar uma empresa.

Segundo estudo da Endeavor, o Brasil tem a segunda maior taxa de intenção do mundo, ficando atrás apenas da Turquia. Nos Estados Unidos, por exemplo, apenas um a cada dois americanos demonstram esse mesmo desejo.

A pesquisa mostra também que, além de sonhar, mais de 50% dos entrevistados planejam abrir uma empresa nos próximos cinco anos. Cerca de 20% dos consultados disseram que essa possibilidade é “muito provável”.

Além da vontade: o que falta para abrir uma empresa?
O levantamento aponta que, de acordo com a percepção da população, os principais motivos que desencorajam a carreira empreendedora são a falta de recursos financeiros e a possibilidade de falência.

Outra barreira encontrada por quem quer empreender é a necessidade de ter uma noção concreta e real dos riscos e outras demandas. Para se ter uma ideia, o estudo concluiu que, mesmo com a vontade, muitas pessoas acreditam que empreender é um dom de nascença, e não se aprende.

“Observando essas características é possível entender que educação formal e acesso a informação estão diretamente ligados ao desenvolvimento dos negócios desses empreendedores”, aponta a gerente de Pesquisa e Políticas Públicas, Amisha Miller.

Mais Economia