Bolsas

Câmbio

Entenda por que o Tesouro Direto é suspenso em alguns momentos do dia

SÃO PAULO – É bastante comum que o investidor do Tesouro Direto (TD) se depare com o aviso de suspensão das operações. Na linha de melhorar sua comunicação com o pequeno investidor e atrair cada vez mais interessados ao programa, a equipe técnica do Tesouro Direto colocou um comunicado no site explicando os motivos que ocasionam a suspensão das operações.

Segundo o Tesouro, as suspensões das operações têm como objetivo garantir que as transações sejam sempre realizadas a taxas justas, alinhadas às taxas praticadas no mercado secundário. "Quando se verifica forte volatilidade no mercado, com aumentos ou quedas bruscas nos preços dos títulos públicos, o Tesouro Direto suspende temporariamente as vendas e compras para evitar que o investidor venha a fechar uma transação a um preço que pode ficar rapidamente defasado. Uma vez restabelecida a normalidade, o TD retoma as operações com preços alinhados aos preços do mercado", explica o Tesouro.

Como exemplo, a equipe do TD cita a possibilidade de acontecer algum fato que faça com que os preços dos títulos praticados no mercado secundário caiam bruscamente. "Se o TD não suspendesse as suas operações, os seus investidores poderiam comprar títulos públicos nesse momento a preços mais altos que os preços de mercado, causando prejuízo a eles", destacam.

Ao mesmo tempo, também poderia acontecer algum outro evento que eleve os preços dos ativos bruscamente. "Nesse caso, as compras realizadas pelos investidores a preços defasados, ou seja, aquém dos preços de mercado, representariam uma perda para o Tesouro", dizem. "Assim, essas indisponibilidades temporárias são um mecanismo de proteção ao investidor e ao próprio programa, garantindo um funcionamento saudável e sustentável do TD".

A equipe lembra que os títulos públicos são negociados por grandes investidores (bancos, fundos, corretoras, etc) e as transações com títulos públicos ocorrem ininterruptamente das 9h às 18h. "Essas negociações fazem com que os preços e, consequentemente, as taxas dos títulos sofram alterações ao longo do dia. Por sua vez, o Tesouro Direto atualiza as taxas dos títulos oferecidos aos seus investidores normalmente 3 vezes ao dia. Essa frequência de atualização é suficiente para permitir o funcionamento estável do programa a preços condizentes aos preços de mercado, quando esse não apresenta excesso de volatilidade".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos