PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Veja onde investir para lucrar com instabilidade do dólar em meio à crise política

16/03/2016 12h57Atualizada em 17/03/2016 12h19

SÃO PAULO – Com o agravamento da crise política, aumentou a instabilidade do dólar. Como o investidor pode se posicionar para ganhar com essa movimentação atual?

Os fundos cambiais são uma das alternativas mais óbvias para o investidor que quer lucrar com o dólar. Alexandre Amorim, sócio da consultoria de investimentos Par Mais, comenta que esses fundos podem ser interessantes, inclusive, para um investidor que queira se programar para uma viagem para o exterior no futuro.

"Mas é importante que esse investidor pense em dólar, e não nesse investimento em real, nesse caso", sugere.

"Os fundos cambiais são uma ótima alternativa para compor a carteira do investidor que deseja ter um percentual da carteira atrelado ao dólar", afirma Iuri DaSilva, assessor de investimentos da Moinhos Investimentos.

Outra estrutura que pode ser interessante é o COE (Certificado de Operações Estruturadas), diz Rafael Nars, da RN Investimentos. Segundo ele, em momentos de turbulência, a aplicação em COE pode trazer mais segurança para o investidor, uma vez que a maior parte desses certificados contam com capital protegido.

Além disso, o investidor ainda pode aplicar em fundos que investem em ativos no exterior. A instrução 555 da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) facilitou esse tipo de investimento. “O mercado brasileiro é uma parcela muito pequena do mercado financeiro mundial, assim, o investidor deve pensar em diversificar globalmente seus investimentos. Com isso, o investidor não apenas fica exposto ao dólar, mas a uma série de outros produtos e mercados que podem ser muito interessantes”, relata Amorim.

Ele explica também que o movimento do dólar é movido por dois principais fatores: “dólar e fluxo”. “Todo esse momento é movido principalmente pelo fluxo, com o otimismo ou pessimismo de investidores, mas os fundamentos do Brasil nesse momento são terríveis. Assim, em termos de fundamentos, o dólar está barato hoje, mas não dá para se basear só por isso para montar uma carteira”, encerra.